Skip to content

A onda do Crepúsculo vs Diários de Vampiro

22/03/2010

Há alguns meses, talvez quase um ano, estreou, nos cinemas brasileiros, o primeiro filme da saga Crepúsculo, baseado na obra homônima da escritora estadunidense Stephenie Meyer. Conforme dito pela pela própria autora, a trama surgiu em sua cabeça como um sonho, em junho de 2003, e publicada somente em meados de 2005, porém discutiremos isso mais adiante. O enredo da obra segue uma elíptica até interessante, onde uma adolescente, humana, se apaixona por um galante vampiro e subsequentemente pelo seu amigo, um lobisomem. Até aqui, tudo parecia novo e intrigante, até que… Lisa Jane Smith publicou, em 1991, um romance vampiresco chamado Dark Reunion. Você deve estar se perguntando: e daí? E daí que na obra de Lisa o enredo discorre sobre uma adolescente, chamada Elena Gilbert, a garota mais popular da High School. Um estrangeiro que chega a, também, uma pequena cidade e se apaixona por Elena. Esse jovem, nada mais é do que um? Vampiro, é claro. E as semelhanças não param por aí, o tal vampiro, que se apaixonou por Gilbert, tem um irmão, no qual guarda grandes desafetos, assim como na história de Meyer, onde o vampiro e o lobisomem Jacob são rivais mortais. Desafenças, ódio, lutas, enfim, salvo raras diferenças, as duas sagas são, em si, praticamente as mesmas. Contudo, depois de quase dezesseis anos, Jane, por pressão de seus fãs, decidiu que novos livros de Dark Reunion, agora chamados de Diários de Vampiro, estavam sendo confeccionados, tendo seu “primeiro” volume publicado, no Brasil, em agosto de 2009, quando Meyer já havia assinado, em 2005, um acordo milionário com a Editora Little, Brown and Company por US$ 750.000, que coisa! Enfim, talvez se Jane tivesse escrito seu livro em um período onde romances entre vampiros e humanos não fosse tão bem aceito, como em 2005, as cifras se inverteriam e a saga Diários de Vampiro estaria nos cinemas e não em um canal de tv por assinatura. Para encerrar, usarei as palavras de Stephen King, autor de livros de terror e 3º escritor mais rico da atualidade: “nada do que Stephenie Meyer escreve presta, pois é tudo cópia dos trabalhos de divesos escritores”. Pasmem!

Por Erik Santana

Anúncios
One Comment leave one →
  1. Guilherme permalink
    30/03/2010 17:09

    Stephen King simplesmente disse tudo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: