Skip to content

O Prefácio de Bram Stoker?

22/03/2010

Um dos livros que modificaram a literatura e, consequentemente, a história, sem dúvidas foi Drácula de Bram Stoker. Inspirada pelas histórias sobre o príncipe Vlad III Draculea, o empalador, a obra de Stoker não somente criou um personagem cruel que fascinou o imaginário das pessoas do século XIX, mas definiu onde esses seres nasceram e despontaram para o mundo. A Transilvânia se tornou o berço de criaturas com presas afiadas que caçam seres humanos para se alimentar do líquido vital para a existência, o sangue. Consequentemente, a narrativa sobre o conde Dracula se tornou uma obssessão, sendo a mais adaptada para os cinemas e a mais conhecida pelo público, seja ele de qualquer gênero, classe, enfim, foi e ainda é, definitivamente, um marco. Porém, muitos ícones da literatura mundial fizeram livros sobre esses seres noturnos. De Voltaire a Sir Arthur Conan Doyle muitos aproveitaram esse tipo de personagem dentro da literatura universal. Mas um deles, em especial, pode ser considerado aquele que deu o pontapé inicial ao estilo de roteiro das histórias de vampiros, no qual foi copiado por Stoker.

A obra Carmilla, de Joseph Sheridan Le Fanu, foi escrita anteriormente ao épico clássico de Bram Stoker, aproximadamente 25 anos antes do mundo conhecer o conde Vlad.

Le Fanu foi um jornalista e escritor irlandês, sendo considerado o pai dos livros de terror e góticos. Na narrativa de Carmilla, Sheridan conta que quando uma misteriosa condessa viaja para o exterior para visitar um amigo doente, o general Spielsdorf oferece sua hospitalidade para cuidar de sua filha Carmilla. O que o general não imagina é que Carmilla é a reencarnação de uma terrível vampira que inicia um ritual macabro para saciar sua sede de sangue.

Diferente dos romances vampirescos desde Stoker, onde as sagas são envolvidas por vampiros, Joseph apresentava vampiras sensuais, sedutoras, belas e provocantes em seu argumento básico, inclusive com detalhes de lesbianismo sutil.

O cinema também contribuiu para Joseph, pois há vários filmes interessantes, onde entre eles destaca-se a famosa Trilogia Karnstein, produzida no início da década de 70, pela nostálgica produtora inglesa Hammer.

Enfim, o mundo dos vampiros, dentro da literatura, desperta o interesse dos humanos muito antes de Anne Rice, Stoker e até mesmo de Joseph Sheridan; mas isso já é outra história!

 
Por Erik Santana

Anúncios
5 Comentários leave one →
  1. Helen Vampiresca permalink
    24/03/2010 18:15

    Interessante, boa resenha, pois muitos achavam, inclusive eu, que tudo começou com Dracula

  2. Luciana permalink
    25/03/2010 20:49

    Adoro esse blog por isso! Mais uma ótima indicação de livro sobre vampiros

  3. Anderson Martins permalink
    29/03/2010 16:25

    Eu tenho esse livro, comprei no sebo. simplesmente maravilhoso. Nessa vc acertou hein!

  4. Guilherme permalink
    30/03/2010 16:55

    Le Fanu é um gênio e Carmilla um ícone para aqueles que admiram a lenda dos vampiros. Belo post.

  5. Bruno Vampiro permalink
    30/03/2010 17:24

    Antes de Bram Stoker? caraca deve ser antigasso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: